Ponto Vermelho
As modalidades do Benfica
21 de Junho de 2016
Partilhar no Facebook

Concluiu-se a temporada no que respeita às modalidades já com a certeza de que, para os encarnados, no capítulo masculino, era impossível repetir a façanha anterior absolutamente inédita e demolidora no tocante à conquista de títulos, ficando-se desde logo com a convicção de que seria muito difícil voltar a alcançar a mesma marca. Havia no entanto expectativa sobre o que iria acontecer, dado que com os resultados alcançados, a fasquia disparou para níveis elevadíssimos. Um sentimento compreensível porque ganhar é sempre um excelente tónico para despertar o interesse e a auto-estima dos atletas, dirigentes e adeptos…

Partimos, pois, com o optimismo e a esperança de que as diferentes equipas estariam em condições de lutar pelos vários títulos, não sem observar as reacções nervosas dos Clubes nossos principais adversários que sentiram a inveja do costume, não propriamente por não terem alcançado os troféus, mas por terem visto o Benfica a arrebatá-los sucessivamente. Tem sido sempre assim e atendendo a que as circunstâncias não se alteraram, seria de crer que tudo fariam para impedir por todos os meios que as equipas do Benfica lograssem os seus objectivos.

Apesar de todos os esforços, no conjunto foram apenas alcançados êxitos parciais quanto a títulos e, se quisermos entrar em comparações, não se deve considerar o Voleibol por qualquer deles não participar. Olhando para o conjunto das modalidades, temos que no que ao Benfica diz respeito, um decréscimo acentuado de títulos conquistados. Com efeito, na brilhante temporada transacta os encarnados tinham levado de vencida no Basquetebol, no Futsal, no Hóquei em Patins e no Voleibol, continuando o Andebol a manifestar sintomas de irregularidade que por norma o afastava relativamente cedo do título. A época que ora findou trouxe alterações positivas significativas neste particular.

Com dificuldades acrescidas motivadas, em primeiro lugar, pelo grande investimento dos adversários, o Benfica viu-se confrontado com dificuldades adicionais em que, tal como aconteceu no futebol profissional, surgiram fait-divers e lesões em catadupa afectando jogadores influentíssimos nas várias equipas que acabaram por ter influência no final. Mas, e isso é um facto indesmentível, não impediu que os atletas lutassem bravamente para alcançar os melhores resultados, traduzindo-se o seu esforço e atitude em resultados que, não dando para repetir, ainda assim deu para estar presente em todas as finais (incluindo algumas europeias). É pois lícito concluir que estamos no bom caminho!

O destaque vai obviamente para o Hóquei em Patins que voltou à glória de ser Campeão Europeu, sendo que de caminho, também arrecadou, de novo, o título de Campeão Nacional com avanço significativo. O único senão foi ter baqueado na final da Taça de Portugal. Curiosamente, o Andebol com a formação a marcar pontos registou progressos assinaláveis, pois ganhou a Taça de Portugal frente ao Sporting e esteve presente na finais da Taça Challenge e do Campeonato Nacional frente ao ABC que perdeu nos detalhes, depois de ter afastado o crónico campeão FC Porto, e também o Sporting.

O Voleibol depois de uma fase regular em que não deu hipóteses à concorrência acabou por perder no play-off contra o seu tradicional concorrente Fonte do Bastardo, mas voltou a vencer a Taça de Portugal contra o mesmo adversário, enquanto ao Basquetebol teve semelhanças; fase regular vitoriosa, derrota no play-off contra o FC Porto e tendo repetido a vitória na Taça de Portugal com a Ovarense. Por último o Futsal que venceu a Supertaça mas não conseguiu ser campeão ao perder na final com o Sporting. No feminino também foram alcançados resultados assinaláveis sendo o maior destaque naturalmente para o Hóquei em Patins. A conclusão óbvia a que se pode chegar é a de que o conjunto de resultados obtidos em todas as modalidades sem esquecer o labor do Atletismo, comprova o imparável crescimento que se tem vindo a registar de forma sustentada. Temos futuro! Uma palavra final de reconhecimento para o excelente trabalho desenvolvido pela BTV; a ela se deve a grande divulgação que potenciou o interesse nas modalidades. Parabéns!








Bookmark and Share