Ponto Vermelho
Frank de Boer – Um vendido
7 de Julho de 2014
Partilhar no Facebook

Por EagleView

Conforme recentemente anunciado, o convidado deste ano do Benfica para estar presente na “Eusébio Cup” (a primeira que se vai realizar a título póstumo) no próximo dia 26 de Julho como habitualmente no Estádio da Luz, é o histórico Ajax de Amesterdão, a equipa que maravilhou o Mundo na década de setenta com o seu futebol total e que foi adversário por várias vezes dos encarnados na então Taça dos Campeões de que era freguês assíduo. Uma oportuna e excelente escolha e do maior simbolismo.

Apesar da equipa do Ajax por força dos novos tempos ter andado algo arredia do palco das grandes decisões, a realidade é que tradicionalmente mantem sempre equipas jovens e competitivas pois como é sabido tem sabido manter uma das melhores canteras de jovens do mundo do futebol. É actualmente treinada pelo ex-futebolista Frank de Boer (irmão gémeo do também futebolista Ronald de Boer) que conhece profundamente o clube pois nele fez carreira durante 11 anos (de 1988 a 1999).

A propósito do jogo que irá colocar frente a frente os dois históricos emblemas do futebol europeu, Frank de Boer teceu há poucos dias algumas declarações aos órgãos de comunicação holandeses que os media portugueses se apressaram a reproduzir. Aparte as considerações em si que revelam o grau de prestígio que o Benfica continua a manter no país das tulipas, elas encarnam lógica e a forma como os encarnados são vistos num país que respira e transpira futebol. Elogiando, neste caso o Benfica, estão a elogiar o futebol português e isso é excelente pois em face dos constantes e recorrentes acontecimentos negativos é sempre salutar que alguém de fora diga algo de positivo sobre o futebol tuga. Sobretudo quando a origem é um pequeno país com tantas tradições na área do futebol e que, por acaso… está nas meias-finais do Campeonato do Mundo.

Disse na ocasião e a propósito o actual treinador do Ajax: "O Benfica é um adversário com a exigência de Liga dos Campeões. Este jogo servirá para os meus jogadores se adaptarem a este grau de exigência". Declarações realistas e equilibradas que reflectem factos reais que ficariam por aí não se tivesse dado o caso de terem de imediato causado uma tremenda comichão naqueles que sentem que qualquer elogio ao Benfica é, verdadeiramente, um feroz atentado à sua inteligência mesquinha de fraquíssimo QI que não os deixa evoluir na sua concepção futebolística que se mantem estagnada. E assim continuará ad eternum.

Para me situar no mesmo patamar e poder falar a mesma linguagem vou fazer um esforço de adaptação ao meio-ambiente. Começaria por dizer com toda a carga irónica de que sou capaz que tais declarações soam-me a suspeitas e devem por certo terem sido encomendadas pela acção conjugada dos Departamentos de Comunicação e Marketing do Benfica. Não há dúvida que o Frank não só é vieirista como é um vendido e deve estar a ser bem pago por LFV para dizer estas barbaridades. Então não é que toda a gente sabe que o Benfica tem feito campanhas miseráveis na Champions e só com muita sorte chegou às finais da Liga Europa, que no fim de contas mais não é do que uma competição para clubes perdedores, para clubes pequenos? Ele há cada uma…

Também lá pelo outro lado do Atlântico em Terras de Vera Cruz, o nosso-ex Enzo Pérez se fartou da habitual conversa tipo pastilha elástica que focaliza um tema, diz, repete e insiste de cinco em cinco minutos nas atoardas sob a forma de boatos e rumores até produzir o efeito desejado como água mole em pedra dura. Ter-se-á passado dos carretos navegando por breves momentos na mesma onda conspurcada que Bruno de Carvalho trouxe à luz do dia e terá mandado os escribas da CS “à la m…" assim como todos os talibans FDP, quando terá dito sem omissão de letras que não quer sair do Benfica de outro modo não teria renovado o contrato. Mas, independentemente da verdade do futebol não é que é óbvio? O efeito foi imediato pois até mereceu referência do catavento Marcelo…

Prosseguindo na onda, os mesmos talibans já afirmam com toda a certeza de que são capazes, que vão sair - segurem-se! - Maxi, Oblak, Enzo, Rodrigo, André Gomes, Bernardo, Cancelo, Cavaleiro, Gaitan, Cardozo e o fiel guarda – o cão "Nero" - que guarda o Seixal e que ao que parece também terá sido já comprado por 5M pelo Valência com a intermediação do super-empresário e do canil do Seixal. A coisa está mesmo preta pois pelo que vê, o Benfica deve estar quase a fechar portas tal a necessidade de dinheiro pois até o cão têm de vender. E já não falo na águia Vitória que já está vendida há muito tempo, aguardando apenas a oportunidade do anúncio oficial depois da autorização especial a conceder pela Liga para a Protecção da Natureza.

Esta última venda de activos é, sem dúvida, a pior de todas porque não tem substituto à altura. É uma perda irreparável a saída do nosso querido "Nero", dado que leva muito tempo a treinar um animal igual com tanto talento para segurar uma área tão vasta. Enfim, Vieira no seu melhor que mentiu mais uma vez aos sócios quando tinha prometido que o cão jamais seria vendido! Pela minha parte já cumpri a minha obrigação e já deitei fora o meu cartão de sócio e os dos meus familiares. Não pago mais as quotas nem os Red Pass e já pedi para desligarem o sinal da BTV!!! Com Vieira nunca mais!

PS: - Termino com uma referência séria e muito triste porque enlutece o futebol. Partiu mais uma das figuras míticas – Alfredo di Stefano. Diz quem o viu jogar que terá sido um dos maiores futebolistas de todos os tempos, muito superior a alguns dos produtos de marketing actuais. E eu não duvido. 2014 está a ser um caso sério!




Bookmark and Share